Notícias

out 21, 2020

Respiradores: profissionais são homenageados

Desde o início da pandemia da Covid-19, uma rede voluntária liderada pelo SENAI foi responsável por consertar mais de 2 mil respiradores de hospitais de todo o País, por meio da Iniciativa + Manutenção de Respiradores. Em Pernambuco, os profissionais da instituição que participaram do projeto receberam, do Departamento Nacional do SENAI, um broche em formato de pulmão: uma forma singela de lembrar tods as vidas que eles ajudaram a salvar. A entrega foi feita na última quarta-feira (14) pelo presidente do Sistema FIEPE, Ricardo Essinger, e pela diretora Regional do SENAI-PE, Camila Barreto.

Para a ação, o SENAI-PE estruturou, em março, um laboratório na Escola Técnica SENAI Santo Amaro e convidou docentes e consultores das áreas de Eletrônica, Mecânica e Calibração de Instrumentos. Nesta primeira fase, foram consertados 12 respiradores. Posteriormente, em maio, a instituição se uniu à Fiat Chrysler Automóveis (FCA), com o objetivo de somar esforços, trocar conhecimentos e aumentar a capacidade de atendimento. A partir deste momento, todas as manutenções começaram a ser realizadas no Polo Jeep, em Goiana.

Presidente do Sistema FIEPE, Ricardo Essinger agradeceu a todos os envolvidos na ação, que, mesmo em meio à pandemia, doaram seu tempo e conhecimento em prol da sociedade. “Eu só tenho a agradecer, porque sinto muito orgulho pela parcela de contribuição que vocês deram. Por meio dessa iniciativa, vocês ajudaram a salvar mais de 20 mil vidas em todo o País e mostraram a importância do SENAI para o País”, disse. Simbolicamente, ele entregou o broche a Oziel Alves, gerente de Consultoria do SENAI-PE e coordenador da ação.

A diretora regional do SENAI-PE, Camila Barreto, destacou o empenho de todos os docentes e consultores que, mesmo em meio à pandemia, abraçaram a missão. “Em tempo recorde, nós montamos um laboratório para receber esses equipamentos. Eu vi como todos estavam aqui, impecavelmente, de segunda a segunda, se expondo enquanto muitas pessoas seguiam em casa. Nós estimamos que cada equipamento pode salvar até 10 pessoas, então 120 vidas foram salvas por vocês”, agradeceu. A gestora também recebeu, das mãos de Essinger, uma placa de reconhecimento, enviada pelo Departamento Nacional, pela participação no projeto.