Para você

Logística Industrial

Logística Industrial

CONTEÚDOS FORMATIVOS

Filosofia just in time – jit:

  • Definição;

  • Ferramentas: kanban, kaizen, poka yoke, gemba, jidoca e andon;

  • Aplicações: transporte, movimentação, distribuição e suprimentos;

Logística de produção:

  • Programa mestre de produção: determinar carga-máquina e definir mão-de-obra;

  • Processo produtivo: planos de trabalho da produção;

  • Ordem de fabricação: por setor e por gestão à vista;

  • Autorização de entrega;

  • Controle da produção: relatórios de produção, indicadores de eficiência, indicadores de refugo e controle de máquinas e ferramentas;

Lista crítica de materiais:

  • Tempo padrão;

  • Capacidade instalada;

  • Softwares de programação e controle da produção;

  • Lean thinking;

  • Sistema toyota de produção;

  • Sistema de produção push;

  • Tratamento de não conformidades;

Planejamento da logística de produção:

  • Demanda: clientes e assistência técnica;

  • Processo: árvore do produto, product data management – pdm, gráfico de gantt, pert / cpm, curva abc e software de planejamento;

  • Recursos necessários: ferramentas, máquinas, mão de obra;

  • Lead time: tempo de preparação, tempo de fabricação, tact time;

  • Capacidade instalada: recurso existente, carga máquina;

  • Simulação: eliminação de gargalos, ajustes do planejamento, tratamento de exceções;

  • Coeficientes da programação da produção: produto, hora maquina, mão de obra, embalagem, área e volume;

Movimentação dos materiais:

  • Reserva operacional;

  • Roteiro processual: produtos acabados e operações de fabricação;

  • Volume diário de produção;

  • Abastecimento das linhas;

  • Desabastecimento das linhas;

Embalagens:

  • Tipos de embalagens;

  • Unitização;

  • Conteinerização;

  • Identificação das embalagens: de acordo com o material e com maior índice de retorno de produtos;

  • Métodos de embalagem de cargas perigosas;

  • Margens de retorno por avaria de embalagem;

Embalagens retornáveis:

  • Determinação de coeficientes;

  • Embalagens para manutenção;

  • Relação material x embalagem;

  • Entradas e saídas no sistema;

  • Capacidade das embalagens: em relação ao tipo de material;

Necessidades:

  • Para atender ao volume de produção e de material por embalagem;

  • Locais de guarda;

  • Devolução das embalagens;

Softwares:

  • Enterprise resurces planning (erp);

  • Materials requiriment planning (mrp i, mrp ii);

Novas tendências:

  • Tecnologia de otimização da produção – opt;

  • Estudos de casos;

  • Custos do produto;

  • Custo industrial;

  • Custo final.

CONFORMIDADE NORMAS

Os conteúdos acima estão em conformidade com as normas ABNT e outras, em especial as seguintes:

ABNT NBR: 5462 / 6371 / 8647;

ABNT NBR ISO: 2768.

Observação: A versão atualizada destas normas deve ser consultada nos respectivos sites oficiais.


Preencha o formulário e FAÇA SEU CADASTRO